sábado, 1 de dezembro de 2012

Idolatria


Idolatria

Há em cada cômodo do fundo inferno dessa minha'lma um altar devotado a ti, minha adorada criatura, onde - em insana idolatria épica (ás vezes até em epifânia etílica) eu, nos genuflexórios deste incomensurável amor, ajoelho e rezo comungando todo este imenso sentimento que em mim, por ti, habita!


2 comentários:

Loba Azul disse...


“A cada dia ao morrer em mim, renasço em ti como “Prometheus’ em seu perpétuo castigo onde, a Harphia da sanha desta saudade medonha, devora-me o fígado aos bocados , a cada gole amargo de minhas lágrimas”

__Los Labios

Iara disse...

Lindo!