domingo, 20 de setembro de 2015

I'm alone

Ficção ou tão somente escuridão?

Ela tinha uma ligação singular... Intensa e profunda com alguém que era toda noção de sua vida.  Queria voltar para casa..., mas, ninguém estava lá a esperá-la.

Enfim, depois de tanto se desdobrar, se debater, se bipartir em mil lágrimas e fragmentos de pertencimento desfeitos se rendeu, finalmente dando-se conta de que estava definitivamente só. E que aquela certeza do amor absoluto, jamais a re-encontraria ou se re-harmonizariam as eternas juras daquelas promessas para sempre perdidas, dispersas... desfeitas!


Um comentário:

Loba Azul disse...

Tempo de Des-Amores

Eu quero a burilada paz de uma língua
que ainda ninguém tenha ousado falar

abraça-me
com a intensidade de duas almas gémeas
separadas há mais de uma vida
e que se reconhecem neste preciso instante

abraça-me como se te pertencesse
como se sempre fosse tua eu
(como sempre soubeste que fui)
mesmo não sabendo quem eu era

adormece comigo nesta teia que o tempo tece

https://www.youtube.com/watch?v=1iSGS4Jxb0Y