quinta-feira, 31 de maio de 2012

Te como a Beijos




Se te abro ás pernas e descubro o que há dentre elas,
Daí em diante só a pego por elas,
Se te abro ás pernas armo, deito-me entre tuas coxas,
Ate deixá-la solta.

Se te abro ás pernas faço á abri-las,
Até clamar piedade!
Se te abro ás pernas,
Te faço-me sentir dentre elas.

Se te abro ás pernas,
Faço-te sentir meus lábios
dentre elas!
Se te abro ás pernas ai o coração ascende!
A língua é muda e afronta tua estrutura,

E do teu corpo faz escultura!


Um comentário:

Yta disse...

quente, extasiante, explícito, íntimo...lindo!