segunda-feira, 25 de junho de 2012

Retalhos de solidão

Noite
Entre o céu as montanhas e o mar
É mágico o instante, em que o Sol adormece sobre o mar. É divino o momento em que a Lua toca o teu corpo de sereia, revelando-o na suavidade dos contornos. Nesta distância que se impõe entre o céu e o mar, somos elos de uma única corrente que se tocam ao cair da Noite. Estendo o braço, em direção ao teu corpo, que ergues sobre as águas, tentando alcançar com teus dedos as estrelas de onde me debruço.
Acontece, na magia das palavras que como afagos suaves deposito sobre o teu corpo, no momento em que nossas mãos se entrelaçam. Unimos como o horizonte, o mar e o céu, o etéreo e o imortal, a realidade e a ficção, neste rio de frases que flui entre os corpos inventados, num momento mitológico em que um anjo se desprende do firmamento para te abraçar, num salto sobre o oceano imenso.
Entre cada letra, descubro os contornos esbeltos da beleza que se esconde na penumbra desta Noite, em que me encontro contigo em lado nenhum, em que te abraço o corpo molhado, e te aconchego em meus braços de vento. Escrevo-te, de olhos vendados, para que os sentidos se propaguem nas frases que os dedos inventam num momento de solidão. Leio-te, sem abrir os olhos, porque te escuto enquanto me escreves.

3 comentários:

Los Besos disse...

Sabes pq te liguei ontem?
Porque eu estava exatamente em frente ao mar esperando o sol adormecer mas o mar me trouxe vc...o sinti como uma ponte entre nós, senti tua mao tocando a minha, teu rosto encostado ao meu e de repente venho aqui e vejo estas tuas palavras...

Loba Azul disse...

Corra a mim que sempre te ampararei em meus braços
Corra a mim que sempre encontras onde deleitar-te
Corra a mim que sempre te estarei esperando como
se tivesse te pertencido em todas as vidas passadas
Corra ate mim que sempre te encontrarei com meu
sorriso de bienvenida e meu amor de estadia permanente
Corra ate mim por que sou TUA e sempre te esperei

Loba Azul disse...

Meu coração, minha alma, minha essência se biparte,
multiplica-se apaixonada em mil e hum fragmentos de contentamento só pra te adorar, vida minha!
Você sabe disso, Você Sente!