terça-feira, 11 de agosto de 2015

Freedom


Subo
a torre
serro
as grades
e
a ajudo
a se
libertar
de
mim


Se me disser com toda segurança que é isso que deseja. 
Segue em frente seu caminho sem olhar para traz,
 não quero que veja o estrago que fizestes em mim. 

Não escute o grito mudo e agonizante da minha dor. 
Não veja a sombra do que um dia já fui em ti. 
Não olhe para o que deixou. 
Olhe para o que vai encontrar, 
se isso for lhe fazer 
feliz...

Um comentário:

Loba Azul disse...

Lobos
uivam
para
uma
lua
nem
ai...