segunda-feira, 11 de junho de 2012

Alquimia do Encontro





Descobri que é de minha natureza amar você,
ser tua ao completar-te/complementando-me
na mais plena metamorfose cambiante e inenarrável dos sentidos.
Nem certo e nem errado. Apenas assim, “consumando”
a obra maior de minha essência na essência tua.

Faz-se necessário, presente, urgente, profundo.
Faz-se única meta, indesviável caminho.
Faz-se já! Ontem, hoje e sempre! Faz-se obra e juízo!
Faz-se "aliança e união” na alquimia eternizada do Encontro!
Faz-se Destino...







3 comentários:

Los Besos disse...

¡¡TE AMO!!

Juliana Braga disse...

Tbém lindíssimo!
Estou francamente admirada!
Mas, parece que não entendi direito uma coisa. São duas pesoas que postam?

Loba Azul disse...

Sim, caríssima Juliana...!
São duas pessoas que postam.
Eu e minha amada (Los Besos), rsrs
Desculpe-me pela demora em lhe esclarecer esta "dúvida" [risos].
Obrigada pela visita e gentil comentário.
Seja bem vinda!